fbpx

Blog

Conheça as principais informações que todo profissional cardiologista deve saber

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter

A Cardiologia está entre as especialidades mais procuradas pelos formados em Medicina no Brasil e as doenças do coração e do aparelho circulatório estão em primeiro lugar no ranking das que mais matam no país e no mundo, segundo dados do Ministério da Saúde.

Com essas duas informações, abrimos o post de hoje para comprovar a importância do profissional Cardiologista. Este médico é responsável pelo diagnóstico e tratamento do coração e sistema circulatório. Entre as doenças mais conhecidas tratadas pelo cardiologista estão infarto e hipertensão. 

O médico Cardiologista é bastante conhecido da população e, diferentemente de outras especialidades, ele já costuma estar na lista das pessoas que fazem check-ups de saúde regularmente. Isso se deve justamente à grande incidência de doenças do coração. Mesmo sem histórico na família, homens a partir de 45 anos e mulheres a partir de 50 anos devem fazer consultas anuais ao Cardiologista. 

Um estilo de vida desregrado, com alimentação gordurosa, sedentarismo e vícios como álcool e cigarro favorecem significativamente o aparecimento de problemas relacionados ao coração e ao sistema circulatório. Por outro lado, uma alimentação balanceada combinada com exercícios físicos auxiliam na prevenção e tratamento destas doenças. Sintomas como dores no peito ou sentir-se cansado facilmente são indicadores importantes para consultar um cardiologista, em qualquer idade. 

Como é a formação em Cardiologia?

A residência médica em Cardiologia dura dois anos. As diretrizes para formação do profissional nesta fase são definidas pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Veja o documento completo

No tratamento dos pacientes, o Cardiologista costuma pedir e avaliar muitos exames complementares à anamnese e à avaliação clínica, como eletrocardiografia, eletrocardiograma, holter, teste de esforço, ressonância magnética, entre outros. Mas a SBC alerta nas diretrizes de formação deste especialista para que ele não confie cegamente nos resultados e aprenda a fazer um diagnóstico completo e consistente. 

Depois da residência, o profissional pode ainda se aprofundar em subespecialidades como: Arritmias e Eletrofisiologia Clínica; Cardiologia Pediátrica; Cardiopatias Isquêmicas; Ecocardiografia; Ergometria e Reabilitação; Hemodinâmica e Angiocardiografia; Hipertensão Arterial e Valvopatias. 

Em geral, os locais de trabalho de um médico Cardiologista são o consultório, em clínicas particulares ou públicas, em hospitais e emergências. A média salarial deste profissional é de R$ 7,9 mil. 

Ampliação do atendimento com tecnologia

Uma tendência da área da saúde nos últimos anos é a telemedicina. Ela se refere à utilização de tecnologias da informação e telecomunicações para atendimento a pacientes que estão em locais onde não existe a especialidade médica de que necessitam.

Considerando a quantidade de pessoas que anualmente sofrem com problemas do coração e sistema circulatório (A SBC estima que só em 2019 quase 400 mil brasileiros morrerão por doenças do coração e da circulação), a telemedicina tem crescido também na Cardiologia e pode desempenhar um papel muito importante para redução dos números de pacientes com doenças graves. As diretrizes para aplicação da telemedicina na área também são estabelecidas ela SBC

A Cardiologia é, sem dúvida, uma área promissora para construir uma carreira em Medicina. Se você pensa em fazer uma residência médica nesta área, conheça os cursos da Apromed. 

{{cta(‘c9818f3c-31e1-4443-a8dc-98e93ff03945′,’justifycenter’)}}

Venha para AproMed | Ética e Profissionalismo

O melhor do médico é a sua credibilidade e respeito ao Código de Ética Médica. Por isso, conte com a nossa instituição de ensino médico, especializada em cursos preparatórios para a prova de título de especialista — AproMed | Ética e Profissionalismo.

Presente em Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Recife, você, colega médico, pode contar com a sua AproMed | Ética e Profissionalismo para conquistar o tão imprescindível Registro de Qualificação de Especialista (RQE), através de uma metodologia única e que conta com diferencial do Aprovamos OU Devolvemos.

Você pode, você merece, você é capaz.

Juntos somos mais fortes!

A sua AproMed | Ética e Profissionalismo oferece uma extraordinária Tríade de Diamantes AproMed 💎💎💎: aulas presenciais ➕ aulas gravadas para rever à vontade (não temos EAD) ➕ Mentoria Diária AproMed – 👥 Projeto Você não está só! – a ser realizada por professores com mestrado ou doutorado, das 8h às 18h e de segunda-feira a sexta-feira. Consulte o regulamento.     

Ao longo de 12 meses, o colega médico será preparado com: 192 horas-aulas presenciais, 60 horas-aulas gravadas e mentoria online diária. Tudo isso para garantir aprendizado de excelência e a conquista do tão sonhado título de especialista (RQE).

Seguramente, o progresso do médico generalista é a conquista do seu importantíssimo e necessário título de especialista para registrá-lo no CRM. Com o RQE, tudo fica mais fácil. 

Prezados (as) doutores (as), divulguem esse conteúdo para seus colegas médicos. Vamos valorizar o título de especialista registrado no CRM, pois essa ação trará melhorias para a Medicina brasileira, além de alertar a todos para a exigência do CFM. 

Saiba mais no nosso site: www.apromed.com.br | 0800 941 7250 ou pelo nosso WhatsApp (31) 99672-0825. Instituição de ensino médico AproMed | Ética e Profissionalismo, especializada em curso preparatório para prova de título de médico especialista nas cidades BH SP, DF, RJ e Recife. Aprovamos OU Devolvemos.

Participe também da nossas futura conferência:

  • Dr. Leandro Karnal, doutor pela USP, falando sobre Medicina e Compaixão.

✅ Exclusivamente para médico

O médico pode atuar em todas as especialidades médicas sem restrições. Contudo, o Conselho Federal de Medicina (CFM), através do artigo 117 do novo Código de Ética Médica, exige do médico que divulga sua especialidade em anúncios profissionais de qualquer ordem, que junto ao nome inclua também seu número do Conselho Regional de Medicina (CRM), com o estado da Federação no qual foi inscrito e o seu Registro de Qualificação de Especialidade (RQE). E, caso o médico não cumpra essa norma ele estará sujeito a um processo ético administrativo junto ao CRM visto que se trata de uma infração ao Código de Ética Médica.

Inscreva-se para receber as novidades do Blog.

Preencha o formulário abaixo que em breve um de nossos consultores entrará em contato.

Preencha o formulário abaixo que em breve um de nossos consultores entrará em contato.